Súmula 381 do STJ

É sempre vedado ao julgador conhecer, de ofício, da abusividade de

cláusulas em contrato bancário?